O Nermal, um belo gato exotico, é um exemplo de como os animais de raça também sofrem com o abandono e negligencia.


Esse querido passou pela perda de sua querida dona, o abandono pela família dela, até ser resgatado pela Simone Andreta e, com ela, encontrar uma nova família e todo o amor que sempre mereceu.



A dona do Nermal era uma senhora de idade, que o amava muito. Infelizmente ela adoeceu e mesmo assim se preocupava com seu gatinho, já que seus filhos não gostavam do gatinho. Ela não teve tempo de encaminhar o Nermal para um novo lar e, quando faleceu, seus medos se tornaram realidade, os seus filhos abandonaram o gatinho na rua.


"Ele foi encontrado por meu filho, numa noite de sexta feira, que me ligou dizendo q tinha encontrado um gatinho machucado. Tomei um susto quando cheguei e vi essa carinha linda, sentadinho na calçada, ao lado do meu filho, olhando calmamente pra ele. Nós o resgatamos, pois estava com a perninha bem ferida, e aguardamos o dia seguinte para leva-lo ao vet.


Ele tinha coleira, com plaquinha de identificação, e fiquei me perguntando como um gato daqueles poderia estar assim abandonado. Na clínica, ele foi reconhecido pela dona do pet shop, que nos contou a historia dele.


Quando ele estava curado do ferimento da perna, o disponibilizei para adoção, pois já tinha outros 5 gatos. Ao mesmo tempo, sabia que a nova família dele deveria ser alguém bem especial. O Nermal é um gato extremamente carente e amoroso, precisava de alguém para dar atenção. Ele subia em nosso colo e sempre se certificava que estávamos por perto. Era incrível o medo dele de ser abandonado novamente.


A adoção durou apenas 3 dias e logo ele foi devolvido com desculpas esfarrapadas, mas nem dei atenção a elas. Já havia decidido que ele seria meu.


Mas na consulta veterinária após a adoção, uma bomba!  Nermal era positivo pra Leucemina Felina. Pra resumir a história, ele ficou em tratamento comigo por 1 ano, isolado dos meus outros gatos, tomando interferon todo santo dia, até que ao realizar um terceiro exame, veio o resultado tão esperado: Ele havia zerado. Completamente curado!


Foi então, introduzido à gataria de casa, e hoje vive feliz - Não com os irmaozinhos , porque ele ainda tem trauma de outros gatos, - mas vive bem, dono de si e do espaço que tomou pra ele, na minha casa e no meu coração principalmente. É o gato mais carinhoso, expressivo e gostoso que ja conheci. Não tinha como não fazer um álbum separado só pra ele. Ele é o maior presente que já ganhei em toda minha vida. Amo demais!"


Otávia Mello
amoremiados.blogspot.com.br
twitter: @felinosurbanos



11 comentarios:

Marcelo Samegima disse...

MUito legal seu post e sua atitude. Tenho um consultório veterinário, e frequentemente abandonam gatinhos aqui. Felizmente, sempre encontramos novos donos para eles....

Seja adulto ou filhote, não compre, adote!!!!

Mônica disse...

Tadinho do Nermal, passou por muita coisa mas agora está bem.
Qualquer bichinho corre o risco de sofrer por causa dos humanos, mesmo não querendo o gato podiam ter procurado ajuda ao invés de abandonar. Ninguém é obrigado a gostar de gato ou cão ou pássaro, mas podiam ter respeitado o fato de que a primeira dona amava-o e tentar achar outra família pra ele.

Laura disse...

Tadinho do Nermal. Nãpo sei como alguem pode ter tido coragem de colocá-lo na rua! Ainda bem que encontrou uma linda familia!

Repositório disse...

Querido, teve que passar por tudo isso para estar num lar feliz. Ele ainda assim é um gatinho de sorte, né?
Um beijo

Joelma Alves disse...

Ainda bem que ele encontrou uma família ótima! Eu tenho um gatinho assim, que quer sempre ficar por perto, tão fofo. =^.^=

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa de cuidar dele e adotar!!! O que aconteceu com ele é crime!!!Abandono e maus tratos contra animais é crime!!!

Beth disse...

Foi com o coração apertado que iniciei a leitura mas, assim como a história do Nermal terminou muito bem, o coração abriu-se para parabenizar teu lindo gesto!

Leti Abreu disse...

Gente, infelizmente a gente sempre ouve essa história: a dona faleceu e a família jogou na rua. Gente sem coração; eles sequer amavam aquele familiar que tinha esse bichinho. Porque se o bichinho era tão importante pra aquela pessoa, tão amado, como eles tem coragem de jogar na rua? será que não sentem remorso? será que eles não sabem que o espírito daquela pessoa pode estar sofrendo com esse gesto? será que não conseguem ver que esse animal é um elo de ligação e amor que podem manter com o ente querido que partiu? não só por amar animais, mas eu jamais jogaria fora um ser que é tão querido por alguém que partiu e que era importante pra mim. Estou aqui em casa com uma cachorrinha, a Bia, que passou por essa mesma triste situação que o Nermal. Bia: http://gatosdoparque.blogspot.com.br/2012/05/bia-nova-na-familia-gatos-mas-e-cao.html

Abraços

Siena disse...

Não entendi a parte da cura da FELV, é possível mesmo?

marisa disse...

Nermalzinho é um dos meus afigatos mais queridos
e me orgulho muito em ter batido o pé e pedido pra ele ficar com vc, Si...
Coisas do coração!
A tia te ama, Nermalzinho!

Laura Vieira disse...

Olá, é a primeira vez que entro no site. No último dia 20, indo para a academia eu me deparei com uma caixa de sapatos com uns tecidos e um gatinho preto muito lindo! Foi amor a primeira vista eu sentei perto dele e ele miou pra mim, não pensei duas vezes e o levei pra casa, na ida passei no veterinário pra ele dar uma olhada geral, e vimos que ele estava com uma "luxação" na bacia, mas de acordo com o veterinário não seria necessário fazer nada, apenas cuidar dele. Estava bem enxado do lado esquerdo e se puxássemos de leve a perna esquerda ele miava de dor, fiquei com muita pena, comprei ração pra ele, dei muito amor e carinho, fazia compressas com tecido quente na região machucada três vezes por dia, fiquei por conta de sua recuperação. Nos primeiros dias quando ia andar ele arrastava a perna esquerda como se ela não fizesse parte do seu corpo e não abria essa pata. Mas a melhora foi incrível, ele ainda não está pisando totalmente com a perninha esquerda, mas já a apoia de leve, já está conseguindo correr e subir nas coisas! Quarta feira, dia 25 fui pra fazenda e o levei comigo, ele achou o máximo, só queria ficar na grama brincando e ficava na sombra das plantas, sempre perto de mim, mesmo quando eu estava na piscina! Então.. Estou muito feliz e emocionada de poder estar proporcionando uma vida digna pra esse gatinho e estou muito apaixonada e rezando por sua total recuperação! Sendo assim amei o site e já está na minha lista de favoritos para eu aprender melhor como cuidar do meu lindinho, nomeado como "Lost"! hahaha Boa Tarde.

Postar um comentário

Olá!
Estamos muito gratos por receber seu comentário aqui no Tudo Gato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...