2 de abr de 2012

Jogos Vorazes | Gato Geek


Hoje é dia de começar a semana com uma recomendação!

Você provavelmente já ouviu ou leu algo a respeito de "Jogos Vorazes" nos últimos tempos, certo? A trilogia é um best-seller aclamado pelo público e pela crítica, a adaptação para o cinema - que estreou recentemente - já figura como a 3ª maior bilheteria da história numa semana de estreia e a expectativa é que se torne o "novo Harry Potter" ou "Crepúsculo".

Mas, se apesar de todo esse rápido sucesso você ainda não viu nada, você certamente deveria; o caso é que, independentemente de todo o hype em cima dessa nova saga e o apelo comercial agregado aos livros, o êxito da obra é justificado. Ainda que esteja classificada como sendo direcionado a um público que varia dos 14 aos 21 anos a temática é bastante densa e gera ampla reflexão, tornando por isso o livro acessível para várias idades e os adultos também acabam sendo cativados. Afinal, um livro que narra um futuro onde crianças são obrigadas pelo governo a se digladiarem até a morte numa arena de um evento que é um reality show transmitido para toda a nação apenas para garantir o controle sobre a população, não tem nada de infantil. E mesmo com esse mote sombrio o livro consegue tratar de assuntos polêmicos de forma elegante e a crítica à sociedade e à manipulação social flui num ritmo fantástico. O mestre Stephen King, por exemplo, considerou em sua crítica, o livro como "surpreendente e de ritmo frenético".

Então você deve estar pensando: "credo Alison, que papo pesado em plena segunda-feira! O QUE ISSO TEM A VER COM NOSSOS BICHANOS?". A resposta é bem simples: um personagem do livro, aparentemente secundário, traz à tona uma série de questões relevantes e esse personagem é um gato!

A protagonista da história, Katniss, tem uma irmã caçula chamada Prim, a quem ela protege com unhas e dentes. É de Prim o gato do qual estou falando.

O interessante é a maneira como ele é retratado. O pobre gato é, em diversos momentos, descrito como "o mais horrível do mundo". Isso porque o coitado é mais um retrato do que se tornou o planeta. Uma criaturinha faminta, com as orelhas rasgadas tentando sobreviver numa situação de pobreza e destruição.

E como é de se esperar desses felinos, não importando o quão crítico possa estar seu estado, ele se faz presente em momentos importantes, sendo um companheiro fiel, até mesmo um confidente em alguns momentos ajudando a aplacar a dor e o sofrimento numa terra devastada.




Nas situações mais críticas ele não abandona sua dona, ou melhor, sua família e a segue onde for; o que contraria essa ideia errada de que gatos são egoístas. 

Mesmo com uma participação curta, Buttercup [como é chamado o gatinho por causa da sua cor amarelada que faz lembrar a flor] é uma fagulha de esperança numa situação triste.

Se faltavam motivos pra ler ou se não conhecia a história, agora tem mais um "atrativo".

Garanto que a leitura dos 3 livros não decepciona. Já o filme aconselho que só veja quem já leu. Até porque o gato aparece apenas num frame rápido. =p

Mas se preferirem ver o filme também tem coisa boa. Elenco excelente com Jennifer Lawrence [indicada ao Oscar por Inverno da Alma], Josh Hutcherson, Woody Harrelson, Stanley Tucci, entre outros...


Alison
twitter: @menino_magro



10 comentarios:

Deborah Ramos disse...

Poxa, eu não tinha vontade nenhuma de ler esses livros. A história me pareceu grotesca e sem sentido (são crianças! Se matando num reality show!!). Mas essa crítica do Tudo Gato me fez mudar de ideia, me deixou bem curiosa.

Manda disse...

Gostei do post!Jogos vorazes é muito bom!!

Joelma Alves disse...

Acredita que eu vi esse gato no filme! rs
E nem li os livros ainda.
Sou gateira! rs

João Víctor disse...

... sei não, concordo com a impressão original da Déborah Ramos (crianças se matando num reality show é msms grotesco...) acho que vou esperar até o dvd =^o.O^=
Prefiro ser mais otimista :-D

[ Alison do Vale ] disse...

Pois é Deborah, o tema assusta mesmo num primeiro momento mas a maneira como a autora lida com esses assuntos é primorosa.
Olha João Victor, realmente é grotesco, como você diz mas vez ou outra a gente procura alguns desafios de leitura e acaba tendo algumas surpresas felizes [como é o caso desses livros]. E a trilogia não deixa de ser otimista não; tanto é que o último livro se chama "A Esperança". =]

Manda, sou suspeito. Sabe como é fã, né? hehe

Joelma, até que no filme o gato nem parece feio como descrevem no livro! é um frajolinha engraçado. =p

Laura disse...

Amoooo Jogos Vorazes (tanto os livros como os filmes) e o bacana é que no ultimo livro, Buttercup (o gato) tem um papel bem especial!

Vale a pena!

lauesg disse...

Acho que o Alison tá querendo assumir a coluna da Laura! Só pode!!! hahAHHah #CausandoIntriga XD

[ Alison do Vale ] disse...

Senhor Semeador de Contendas, não tenho intento de assumir coluna de ninguém! Ela está muitíssimo bem representada pela Laura!

Inclusive a senhorita poderia mais pra frente pensar num post mais detalhado XD

Laura disse...

Pois é, Alison.. vc me deu uma booooooa idéia.... rs. Acho que vou ter que falar dos 3 livros...rs haha!

Laurence, para de causar...haha!

alessandra disse...

Estou lendo o segundo, adorei sua "resenha' ;)

Postar um comentário

Olá!
Estamos muito gratos por receber seu comentário aqui no Tudo Gato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...