Cruzou, e agora?

Falamos no artigo anterior sobre as vantagens e desvantagens da castração, mas ainda nos deparamos com uma grande maioria de gatas que saem de casa, namoram e presenteiam a família com uma gestação inesperada. Não vou justificar minha casuística de gatas gestantes por trabalhar com uma população carente do interior da Bahia, porque mesmo os nada carentes na minha região ainda não praticam a posse responsável com a castração.

Os proprietários de gatos que eu atendo se dividem em dois grupos: os informados e os desinformados. Os informados trazem os gatos para vacinação, castração, problemas de pele e afecções do gato idoso. Os desinformados de bom coração trazem o gato atropelado, envenenado ou em trabalho de parto. Os desinformados sem coração nem chegam na porta, vão no petshop, compram um anti-concepcional e aplicam na gata que acabou de cruzar.

Eu deveria ter castrado a minha gata... mas não castrei e ela cruzou.. e agora?

Em hipótese alguma você deve administrar o anti-concepcional depois que a gata já tiver cruzado. Essa prática não vai impedir que a gata gere os filhotes e aos 57-63 dias, quando ela deveria parir, os níveis de progesterona ainda estarão altos na corrente sanguínea e ela não entra em trabalho de parto. Os filhotes morrem porque a gata não entrou em trabalho de parto. A recomendação do veterinário será: (1) castrar até 7 dias depois que cruzou, lembrando de todos os riscos inerentes à cirurgia; (2) a administração de um medicamento que vai promover a reabsorção do embrião ou aborto do feto, a depender do estágio da gestação; (3) cuidar da gatinha até o parto, e depois se responsabilizar pela doação dos filhotes, com posterior castração da mãe.

Como ultrassonografista, as principais dúvidas dos proprietários são:

Quantos filhotes? Quanto tempo falta para o parto? Quando marcar uma cesárea?

A ultrassonografia é uma ferramenta de imagem que é capaz de diagnosticar a gravidez
positiva a partir de 20 dias de gestação. Na minha prática eu peço que venham sempre depois de 30 dias que estima-se que a gatinha tenha cruzado. Nesse momento são identificadas as vesículas uterinas, o início da forma embrionária e os batimentos cardíacos, sendo possível também contar com maior acurácia a quantidade de filhotes. Geralmente as gatinhas são trazidas para a ultrassonografia com mais de 45 dias e, devido ao tamanho e desenvolvimento dos fetos, a contagem pode ser superestimada.

A maioria de ultrassonografias que eu já realizei em gatas gestantes foi para verificar se havia algum problema pois elas já estavam em trabalho de parto há pelo menos 6 horas.
Quando uma gata está com dificuldades para parir chamamos de distocia, e a ultrassonografia vai servir apenas para verificar se há fetos vivos e, se houver, se estão em sofrimento. O sofrimento fetal é avaliado pela mobilidade dos fetos e pelo batimento cardíaco, que deve ser superior a 200 bpm. Para verificar posicionamento dos fetos no canal pélvico o exame de imagem ideal será o raio X.

Essa semana uma proprietária entrou em contato comigo com o seguinte histórico:

- Doutora, a minha gatinha cruzou há 15 dias. Gostaria de saber qual será o procedimento do parto, se eu posso interná-la com alguns dias de antecedência.

Minha resposta começou com:

- A natureza é perfeita... o parto na vida da gata gestante é um dos momentos mais especiais, e ela vai escolher o lugar onde quer parir. Geralmente ela escolhe sua gaveta de calcinhas, mas arrume um local aonde ela se sinta a vontade, sem ameaças e predadores (como outros gatos, cães e crianças), que seja limpo, forrado, e torça para ela querer parir ali. Levar a gatinha para parir em uma clínica veterinária será um martírio para ela. Imagine que usamos 3% do nosso cérebro em identificar cheiros, o gato usa cerca de 30%. Ao chegar na clínica, a gatinha vai saber exatamente quantos poodles, rottweilers, outros gatos, funcionários e até os estagiários que passaram por ali no último mês. Não, não vamos trazer a gatinha.

- Mas então, doutora, podemos marcar a cesárea e eu só a levo no dia?

- Bom, senhora, novamente eu falo que a natureza é perfeita e virtualmente todas as fêmeas são capazes de terem o parto normal. Imprevistos acontecem e a gente só deve intervir quando eles acontecem. Se realizarmos a cesárea 1 a 2 dias antes do dia do ideal, sem esperar a gatinha entrar em trabalho de parto, diminuímos muito as chances dos gatinhos sobreviverem e terem um desenvolvimento normal.

- Mas, doutora, eu não tenho estrutura para ver a minha gatinha parir, quero que ela tenha parto cesárea sim.

- Bom, eu sinto muito mas a senhora precisa se estruturar. Ou procurar alguém que o faça.
Pense que uma mulher que tem parto cesárea sofre alguns dias depois do parto, tendo que manusear o bebê e se cuidar, e na maioria das vezes ela tem ajuda. Agora imagine uma gata, sem ajuda, com cerca de cinco bebês que precisam ser limpos, aquecidos e alimentados, enquanto ela sente dor e o pior, a cicatriz da cesárea fica exatamente entre as mamas, o que não acontece com a mulher. Pense bem.

No final das contas eu consegui convencê-la a fazer o pré-natal da gatinha, esperar o dia do parto, dar-lhe a oportunidade de tentar parir sozinha e em paz, e somente intervir se houver necessidade.

Claro que eu sei que no dia desse parto o meu celular vai tocar a cada 5 minutos, mas eu prefiro ser a pessoa a não ter sossego do que traumatizar a gatinha por decisões precipitadas.

Por essas e outras muito se fala por aí, é melhor prevenir do que remediar. #ficadica

Alice Albuquerque
diarioveterinaria.blogspot.com
twitter @alicevet



28 comentarios:

Saninha disse...

Apesar de saber da super população de gatos que existem hoje e o pior, sem tratos, abandonados...acho que todos que amam seus gatos deveriam passar por isso, digo, ver sua gata dar cria, acho um momento tão lindo da gata, sua proteção com seus filhotes e ver o crescimento dos gatinhos o desenvolvimento...como vc mesma disse a natureza é sábia.
Eu não vou passar por isso pois castrei as minhas duas gatas. Talvez meu comentário seja alvo de críticas mas mesmo assim se eu tivesse condições de assumir todos os gatos da ninhada sem me preocupar com o futuro dos filhotes eu deixaria pelo menos uma das minhas filhas passarem por isso. Valeu doutora por mais esse texto lindo.

Milene disse...

Oi Dra Alice, entendo o receio da "paciente" pelo parto da gata. Antes de eu ser aspirante a protetora dos animais, eu mesma internei várias vezes a minha filhotinha canina, por não saber o que fazer, quando ela vomitava, quando ainda estava "acertando" o ritmo do intestino e por aí vai. E havia muita paciência da Vet que atendia. Depois, com o tempo e a minha atuação junto aos animais abandonados, consegui ser um pouco mais segura e deixar a natureza seguir seu ritmo. Com muita orientação, é claro, dos Veterinários, que são indispensáveis. Consegui ficar mais tranquila. Até um parto de uma gatinha de rua recolhida dias antes de dar a luz, aconteceu lá em casa. Segui essas mesmas orientações, ela ficou sozinha no quarto de hóspedes lá de casa e numa madrugada, cinco bebês vieram ao mundo no "ninho" preparado antecipadamente. Não ouvi nada, não precisei interferir em nada. Tenho uma amiga, a Helena, gateira de plantão, que diz que Gatas são Super Mães e muito discretas. Eu percebi isso. Ela vai entender com o tempo. Quanto ao comentário da Sarinha, é, infelizmente, não dá para deixar cruzar, pela responsabilidade que isso representa no cenário atual que vivemos, mas se quiser se responsabilizar por uma gatinha abandonada prenha, com certeza, será um lindo ato de amor: acompanhei o crescimento dos filhotes, todos foram adotados e castrados, inclusive a mãezinha ganhou um lar.

Laura disse...

Ótimo post!!!! Adorei! E adorei as fotos dos filhotinhos... so cute!! rs

Bjs!

Alice no País das Maravilhas disse...

Saninha, olá e obrigada. Bom, eu não sou mãe, não sei se vou ser também porque além de responsabilidade, a maternidade envolve o desejo em ser mãe. O único desejo realizado na gestação de uma gata é o do proprietário em ter filhotes da mesma. Vamos combinar uma coisa? Quando você tiver bastante condição, deixe uma gatinha sua ser mãe... fique com todos os filhotes e, para compensar, adote outros 5 órfãos. eheheh. Compartilhe o momento com a gente. Bj

Milene, olá :D. Você fez mais do que certo e deve sempre procurar o vet quando for necessário. Ele vai te dizer quando o zelo em excesso está atrapalhando o bem estar do animal, ao menos eu falo, eheheh. Pois eh, muitas pessoas acabam pegando gatinhas gestantes na rua e tendo que descascar esse pepino. O que eu sempre digo, leve seus animais para um veterinário que você confie, e confie no seu veterinário. bj

Denise Santos disse...

Que post fantásico! Adorei! Eu já assisti e ajudei no parto de 2 gatinhas e é sem dúvida um momento fantástico. Gatas são mesmo Super-Mães, sabem o que fazer e são muito cuidadosas e carinhosas! A minha gata está esterilizada, logo nunca a vou ver dar à luz, mas é mesmo o melhor a fazer para prevenir... é que se ela tivesse bebés, eu não iria conseguir dar a ninguém e iria ficar com todos! rsrsrsrs
Parabéns pelo post doutora Alice e também pela paciência e carinho dedicados aos peludinhos e seus donos!

Kika disse...

Olá,

Indiquei o blog da Tudo Gato com o selo Prêmio Sunshine Award.
Deem uma olhadinha no meu blog!
http://kikacarattiero.blogspot.com/2010/12/selo-premio-sunshine-award.html

Beijos,

Érica Carattiero

*☆* .¸¸. Luna .¸¸.*☆* disse...

Castrei minha gatinha aos 6 meses, ela nunca teve filhotes, não me arrependo por isso, preferi castrá-la do que não ter como criar os filhotes, ou simplesmente dá-los a pessoas irresponsáveis.
gestação deve ser acompanhada sim, mas creio que a opinião aqui dada é muito válida, a Natureza é muito sábia, se não a fosse, não estaríamos vivos!
^.~

Alice no País das Maravilhas disse...

Pois é pessoal, hoje eu atendi outro proprietário, de baixa renda, e desinformado. A gatinha havia parido 5 gatinhos pela manhã e de tarde estava com uma condição chamada de 'prolapso uterino'. O útero saiu pela vagina, completamente, e ela foi levada com muita dor para o atendimento. Nós conseguimos 'reduzir' o prolapso e em seguida castramos. Aproveitei e tirei lindas fotos dos recém nascidos para o próximo artigo, mostrando como identificar filhotinho macho e fêmea. eheheh. A mãe e os bbs passam bem.

Mille disse...

Muito bom o post!!! Gostei muito!
Parabens Alice girl!!

Denise disse...

Teu texto está perfeito! Não sou veterinária, mas dona de gatos há mtos anos e defensora ferrenha dos direitos dos animais. Que bom que há espaço e profissionais dispostos a informar as pessoas!
Denise

Karoliny disse...

Como ajudar minha gata que nunca teve filhotes a parir

gatosdetelhado disse...

Sou mãe de três filhotes felinos, e um dia serei de um bebê humano. Conheço, no entanto, a batalha de amigas mulheres por parirem seus bebês de modo natural e humanizado... É muito triste ver que a desinformação, e o "nojinho" das pessoas faz com que se prefira a cesária, não apenas no caso de humanas, mas também dos felinos.
Poxa, o parto normal não tem esse nome à toa! Ele é um procedimento natural, independente da espécie. E nos gatos, mais conectados à natureza que nós, humanos, mais normal ainda!

Desculpe comentar num post antigo, mas isso me deixou indignada.

Gostei do blog, que acabo de conhecer, vou fuçar os arquivos!

Abraços
Lórien

Anônimo disse...

Ola!Gostei deste blog e sabem?Acolhi uma gatinha vãdia lhe dei amor e carinho e dentro de pouco tempo serei presentiada com maisuma ninhada de gatinhos bebes!!!Ela esta bem segura e co todas as condiçoes nessecarias tambem tem veterinariõ!Mas esta no jardim claro!!!Ela e feliz e eu tambem...AMEI o blog bjks

Nicolly disse...

Oláaa.... procurando informações sobre gatos encontrei o seu post!!
Estou desesperada, à 2 dias encontrei um gato na minha casa junto com minha gatinha, mas como ela esta no cio acredito que possam ter cruzado, nunca castrei ela nem dei injeções por medo de fazer mal e por ela ser muito caseira, não sai de dentro de casa pra nada!! Mas meu pai disse que não quer de maneira alguma que ela crie... então lendo o post vi você dizendo sobre um medicamento que a gata aborta ou absorve o feto, algo assim, me explique como é se possível, e o que devo fazer? como se chama? pois não quero mal a ela... e temo que se os filhotes nascerem meu pai abandone eles... Outra duvida... na primeira vez que cruzam a gata já fica prenha?
vou deixar meu email se quiser me ajudar tbm!!
nicollydamaceno@yahoo.com.br

desde já grata!

Anônimo disse...

Minha gata abortou uma x logo no inicio, entao nem saiu feto....Um tempo depois eu relaxei, nao castrei e agora estou aqui com ela abortando os fetos, alguns todo formado, outros sem pelinhos e alguns de 3 a 4 cm....como pode essa diferença de um para outro?...Quanto tempo tenho que esperar agora para castra-la?

blog da tutuchi disse...

Muito legal!
Adorei as fotos. Gato é tudo de bom mesmo!

Fabio Colatto disse...

Quero parabeniza-la pelo trabalho, por ser essa profissional que tem amor no que faz e se preocupar com o sofrimento alheio, mesmo sendo um animal. Dias atrás tive a satisfação de ver minha gatinha parir.

Também fiquei muito nervoso e achei que não iria conseguir acompanhar, mas graças a Deus tudo ocorreu muito bem e estou maravilhado com a experiência, é algo incrível mesmo.

lia disse...

oi dotora to com medo pois perdi uma gata de cria este dias e pelo visto a irma dela ta de cria também elas foram abandonadas na minha casa já tinha amor nas duas mais infelizmente não teve jeito e ela morreu fiz cesárea mais ela não resistiu queria saber se tem chance de acontecer com ela a mesma coisa que aconteceu com a irmãzinha dela ?

raquel disse...

Oi! minha prima tinha uma gata linda , e nós tínhamos certeza que ela estava prenha , algumas semanas depois , ela estava toda suja e parecia que tinha ganhado os filhotes , só que não achamos nenhum filhote e horas depois a Gata estava estranha muito quieta e passou um certo tempo a gata morreu...quais seriam as hipóteses dela ter morrido ???

Jéssica disse...

Olá minha gata teve sua 1° cruza(deve ta com uns 20 dias), porem ela é pequena bem pequena e cruzou com um gato muito grande.Sera que a gravidez é de risco oque posso fazer para reconforta-lá cesária ou parto normal? devo ter algum cuidado extra? não quero que ela sofra :/

Anônimo disse...

Dra. a minha gatinha nunca cruzou e ontem dia 5 de outubro teve 3 filhotes, o que aconteceu ?? Ela só fica no quarto e qdo sai é só comigo e de cólera, ela tem a cólerinha dela !! Eu não entendi, o que aconteceu ??
Vai como anônimo, mas meu nome é Rafael, rafael_yrafael@hotmail.com gostaria muito da resposta.

Denise Comin disse...

Olá,
Minha gata deu cria a 12 dias, quando posso castra-lá?
Desde de já agradeço a resposta!
Denise Comin!
decomin@gmail.com

Anônimo disse...

Eu acho que minha gata aborto, depois de quanto tempo posso castra-la?

Maria Elô disse...

Minha gata estava bem quando sair cedo pra trabalho mas quando voltei ela tava morta é ela estava prenha será possível ela ter morrido tentando pari gatos mortos me ajudem não sei exatamente oq aconteceu !

Maria Elô disse...

Minha gata estava bem quando sair cedo pra trabalho mas quando voltei ela tava morta é ela estava prenha será possível ela ter morrido tentando pari gatos mortos me ajudem não sei exatamente oq aconteceu !

olavo avelino neto disse...

olá doutora, minha gata teve crias ontem dimanhã com 4 filhotes, a Placenta saiu ja no primeiro filhote, mas quando acabou os 4, o ùtero da minha gata saiu pela vagina doutora o que eu faço? Estou sem dinheiro para levar ao veterinário :(

olavo avelino neto disse...

olá doutora, minha gata teve crias ontem dimanhã com 4 filhotes, a Placenta saiu ja no primeiro filhote, mas quando acabou os 4, o ùtero da minha gata saiu pela vagina doutora o que eu faço? Estou sem dinheiro para levar ao veterinário :(

Ariene Furbino disse...

minha gata teve o seu primeiro cio e cruzou hoje espero que ela não venha está prenha mais se estiver o que eu vou fazer é esperar o dia do parto arrumar um local limpo e sossegado para ela por que eu não tenho dinheiro pra ficar pagando veterinário nem pra fazer o pré natal prefira pagar um curso para mim virar veterinária que é bem melhor.

Postar um comentário

Olá!
Estamos muito gratos por receber seu comentário aqui no Tudo Gato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...