Há muito misticismo envolvendo os gatos. Fala-se que eles têm sete vidas, vêem os espíritos, ou absorvem a energia ruim da casa, mas nada é mais assustador do que uma consulta de um gato para aquele veterinário que atende/estuda/cria/respira/vive cães.

Há muito pouco tempo atrás o gato doméstico mal era considerado um animal de estimação. No mundo dominado por cães o gato era apenas um intruso, alimentado às vezes e levado ao veterinário nunca.

Em pouco tempo as casas diminuíram, as famílias diminuíram, o tempo diminuiu e o gato foi ganhando o seu espaço na residência das pessoas. Aumentando a criação de gatos houve também a necessidade de se criar comida para gatos. Junto à comida pensa-se em todos os apetrechos que vão enriquecer o ambiente dos felinos e suprir as necessidades daqueles que vivem em grandes e pequenos ambientes. Assim criou-se um cantinho especial no pet shop da esquina com artigos só para os gatos como brinquedos, arranhadores, caminhas, rações, ervas, gramas, entre outras coisas.

Quando antes atendia-se um ou dois gatos no mês e perdia-se as vacinas felinas vencendo nas geladeiras das clínica veterinárias, o número de atendimentos aos felinos dobrou, triplicou e, em muitos consultórios, superou o número de consultas em cães. E isso não aconteceu simplesmente porque pessoas passaram a criar mais gatos, na verdade a população felina não aumentou subtancialmente, mas sim os cuidados com ela.

Os gatos começaram a ser vistos com outros olhos por muitas pessoas e alguns conceitos caíram por terra. Falava-se que o gato não gostava do dono, só da casa. Que o gato era muito independente, não se envolvia, não era fiel como o cão. Fica complicado comparar pois são suas espécies diferentes, com comportamentos únicos e particulares mas se consideramos o grupo animal de estimação, essa comparação é inevitável.

Então o clínico veterinário que estava acostumado a tratar cães passou a ver que o seu ganha-pão também dependia de tratar gatos. Começou-se então a adaptar terapias, manejos e protocolos. Houve muito que estudar, afinal eram doenças particulares, medicamentos proibidos ou permitidos. A forma de manejo, higiene, contenção, administração de remédios, absolutamente tudo diferia dos cães. Muitos veterinários se adpataram a essa realidade, outros literalmente se converteram mas uma pequena parte, porém considerável, de clínicos de pequenos animais ainda trata o gato como o “pequeno cão”.

Eu a Dra Margie Scherk
Neste ano, o Congresso Paulista de Clínicos de Pequenos Animais, o X CONPAVEPA (6-8/10/2010 – São Paulo), contou com a presença de excelentes profissionais especializados na clínica de felinos. Aliás, o X CONPAVEPA foi dos felinos. Cerca de 28% das 105 palestras oferecidas no congresso foram específicas de gatos 3% delas foram específicas de cães. Eu confesso que nem trocava de sala e deixei de lado meus amores “diagnóstico por imagem” e “cardiologia” quando começavam as palestras da Dra. Margie Scherk. Sem contar as muitas novidades apresentadas na feira Pet South America, que aconteceu paralela ao congresso, e vêm facilitar a vida do clínico de gatos no manejo, administração de medicamentos e tratamentos das doenças.

Confesso que, como clínica, eu aprendi a gostar de tratar gatos depois que passei a criá-los. Hoje eu os coleciono, tal como coleciono tatuagens deles. Ao vê-las, os clientes me perguntam: - Você gosta mais de gatos do que de cachorros?
Eu respondo:
- Para tratar e criar eu gosto dos dois, mas para tatuagem? O gato se sai muito melhor.

Até mais!

Alice Albuquerque
diarioveterinaria.blogspot.com
twitter: @alicevet



17 comentarios:

Saninha disse...

Adorei a estréia da coluna do TG...interessante como os gatos estão tomando conta do seu espaço e com louvor...
Perco horas vendo coisas para gatos e sobre gatos. E no TG tenho agora várias opções de informações e aprendizado num só lugar...Gatomania no coração!!! TG no coração...
Beijos a todos do TG como sempre arrasaram =)

Danielle disse...

é verdade... como o tratamento veterinário para os felinos tem mudado... mas ainda falta muito!! Queria que mais pessoas estudassem FELV, pra que esses animais pudessem ter a chance de uma longa vida também... mas um dia isto chega! :) e como gateira que atrai FELV+ esperarei ansiosamente por ele! :D
Seja bem vinda!! :D Os gateiros agradecem todas as informações possiveis :D Conhecimento nunca é demais!

Alice disse...

Muito boa a sua matéria. Os gatos vêm ganhando espaço a cada dia. Mais e mais pessoas descobrem que criar gato é algo muito prazeiroso. A personalidade felina acaba encantando a todos. Bjs

Reynaldo N Kajita disse...

seja bem vinda Dra Alice, sua materia de estreia e interessante, so vem a complementar as informacoes e curiosidades sobre o mundo dos gatos

Thalita Dias Braga disse...

Adorei a matéria!!!
Eu tenho muito problema e insegurança com vet pq só tenho 2 vets de confiança para levar os meus 3 gatos, quando eles ficam doentes e não é o dia do plantão delas eu fico desesperada...rsrsrs
Bom saber que essa realidade está mudando, de fato as 2 vets já haviam me falado dessa modificação e eu tbm já comecei a perceber isso, pena que onde eu moro os pet shops que existem por aqui ainda não se adaptaram, pra comprar um remédio de pulgas p meus gatos foi um parto, só consegui pela internet!! rsrsrs
Parabéns pela coluna!!!

Thalita
www.direito-animal.blogspot.com

Denise Santos disse...

Gostei muito deste artigo! Aqui em Portugal também os gatos vieram ocupar uma posição de destaque no dia-a-dia dos veterinários e os tratamentos disponíveis estão cada vez melhores! Nas lojas e hipermercados há imensos artigos para gatos e muitas variedades de comida específicas para cada bichano.
Só tenho pena de não haver congressos desse tipo por aqui... adoraria assistir a um!
Um abraço!

Denise Santos
http://curiosidades-felinas.blogspot.com

Alice no País das Maravilhas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alice no País das Maravilhas disse...

Saninha; e parece que a cada dia inventam mais coisas. É muito difícil criar artigos que atraiam os gatos sem entender sobre seu comportamento. Às vezes eles se interessam mais por um monte de sacola de supermercado do que pelo brinquedo de 200 reais que você comprou pra eles. Rs.. bjs

Danielle; obrigada.. nesse tempo vou procurar trazer informações atuais em FELV. Bjs

Alice (lindo nome, by the way, rs); você tem razão, é a personalidade dos gatos que encanta cada vez mais, bjs

Alice no País das Maravilhas disse...

Reynaldo; obrigada pelas boas vindas e espero trazer muita coisa legal para vocês.. bjs

Thalita; sabe, muitos vets ainda têm medo de atender gatos, porque eles são muito especiais. Mas essa realidade está mudando, e os laboratórios veterinários também já mudaram bastante. Vou falar um pouco sobre as novidades lançadas para gatos na Pet South America 2010. bjs

Denise; se programe para participar do CONPAVEPA 2011.. eheh será de 18-20/10/2011 e já possui uma programação preliminar. Obrigada pela visita, vamos trocar informações sempre. Bj

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Muito Boa, amei! Beijos

Carol e Allan disse...

Oi Alice.
Parabéns pela coluna de estréia! Tomara que na nossa vez estejamos à altura, hehe!
Aqui em Palmas só havia uma veterinária especialista em felinos que, infelizmente, foi embora :(

Um grande abraço.

Reynaldo N Kajita disse...

Carol e Allan, sejam bem vindos tbm, e com certezaa vcs vao passar bem na primeira materia aki na tudo gato, rs rs rs, uma dica: e so falar,fotografar gatos, rs rs rs rs. Brincadeira......aguardo com grande entusiasmo a coluna de vcs.

Lauesg disse...

Alice... Você arrasou na estreia em! Parabéns!
Abraços!
Lauesg

Laura disse...

Adorei a estréia, Alice!!! Parabens!!!

Bjs!

JG Gestão em Projetos, Consultoria em Turismo. Cultura, Micro e Pequenas Empresas e Promoção de Eventos. disse...

Olá! Achei este assunto interessante, parabéns pela postagem! Aproveite e visite meu blog também, quem sabe vc possa seguí-lo. E se gostar, vote! Estamos entre os 100 melhores blogs na categoria empreendedorismo do TOP BLOG. Aguardo sua visita!
Forte abraço,
JOÃO GADELHA

Alice no País das Maravilhas disse...

Ana, obrigada pela visita, no fim do mês tem mais :)

Carol e Alan, eu não duvido que será excelente... é só deixar o amor pelos felinos guiar a redação, e depois só corrigir um ou outro errinho, eheheh

Obrigada Lauesg e Laura, sabe, é difícil agradar um gato, tal como também é difícil agradar o gateiro, eheheh bjs

João, obrigada pela visita e boa sorte no blog :)

Anônimo disse...

Muito bom o seu texto. É bem escrito mesmo.
Parabéns!

Postar um comentário

Olá!
Estamos muito gratos por receber seu comentário aqui no Tudo Gato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...