Retratar animais através da arte é bastante comum, mas nenhum outro bicho foi tão constantemente grafado quanto o gato. Esses bichanos encantadores seduzem artistas desde o Egito antigo. Na Pérsia, na Índia e até mesmo na China é fácil encontrar exemplos de estátuas e pinturas dos felinos. E estão presentes também nos populares desenhos de Frajola, Garfield, Félix; passando pelas pinturas de artistas renomados como Cézanne, Renoir, Monet; imortalizados pelas esculturas de Camille Claudel ou então na literatura com Guimarães Rosa, Jorge Amado, T. S. Eliot e tantos outros.

Trinity Carolina com seu gato Gary
A inspiração que os gatos exercem sobre os artistas é tão grande que em 1990 foi inaugurado em Amsterdam, na Holanda, o Museu do Gato onde é possível apreciar um vasto acervo de obras e artefatos centrados única e exclusivamente nos felídeos.

Atualmente esse fascínio tem ampliado seus limites e as formas de inspiração surgem nas mais diversas peças, objetos, tatuagens e brinquedos.

Então nada melhor do que poder conversar diretamente com quem entende do assunto.

Foi durante um papo descontraído pelo comunicador do Facebook que Carolina, ou melhor, Trinity – uma multiartista de Piracicaba que vai do desenho à música - me contou muito mais do que apenas sua visão artística, mas compartilhou também histórias muito legais envolvendo arte, gatos e o que mais ela fosse lembrando...

Tudo Gato: Carolina?
Trinity: Olá Alison, tudo bem? Te atrasei muito?
TG: Tudo certo. Imagina, podemos conversar?
Trinity: Podemos sim.

Enquanto revisava as perguntas dava uma olhada em alguns ótimos trabalhos dela...

TG:  Então... pelo que dá pra ver pelas redes sociais seu envolvimento com a arte é grande, né?
Trinity: Ah é... estou envolvida até o tampo da cabeça sim... sou uma artista anônima ainda, mas sempre buscando participar dos concursos e divulgar a arte pela internet. O nome "Trinity" veio disso, da minha atuação em várias facetas das artes.

TG:  Ha, é um belo nome por sinal. Adorei a ideia.
Por isso queria começar com você contando pra gente um pouco sobre "quem é a Trinity", como começou esse amor pela coisa toda?
Trinity: Eu sempre estive envolvida com artes, desde menina. Comecei com 2 anos no ballet clássico; com 6 já comecei escrevendo poesias e livrinhos; com 9 cantei pela primeira vez para público num bar, com 15 montei a primeira banda de rock e com 20 fiz faculdade de criação. Acho que nem se quisesse conseguiria fugir desta propensão para a coisa. Mesmo não profissionalmente, vivi fazendo esculturas, bonecos e catando lixo da rua para transformar em artesanato. Quase deixando minha mãe louca e beirando aquela síndrome dos acumuladores de coisas, sabe? [risos]
Minha primeira busca de toyart pela internet foi por bonecos do tim burton. Foi aí que conheci a kidrobot, a primeira empresa de toyart com a qual tive contato e me apaixonei instantaneamente por este tipo de arte, mas o bolso não permitia comprar, infelizmente. Fiquei babando por um bom tempo até adquirir minha primeira peça.

ARTISTA: MARION PECK

TG: Sei bem como é porque além de trabalhar com design gráfico sou músico também e sei o quanto é difícil viver disso. Você consegue sobreviver do seu trabalho, é mais um hobby ou uma feliz mescla das duas coisas?
Trinity: Sem chance de sobreviver disto por enquanto... uma das coisas que poderia me proporcionar uma grana que me mantivesse viva seria a tatuagem [esqueci de dizer que também tatuo], mas não consigo abrir um estúdio e encarar a arte como linha de montagem, muito comercialmente, porque gosto de fazer em etapas, devagar e respeitando meu tempo... daí decidi fazer de tudo! E ao mesmo tempo! Sem pensar em retorno financeiro por enquanto, até quando eu conseguir manter minhas horas 100% destinadas para a Arte! Bom, eu deito e acordo pensando nisto... [risos]
Acho então que a "Trinity" é esta “mistureba” de artes de todos os tipos, com uma gateira inveterada e dona-de-casa!

TG: Acaba sendo até positiva essa mistura toda.  Mas como é seu ambiente de trabalho? Você tem um estúdio, um ateliê ou um cantinho bacana pra desenvolver suas peças?
Trinity: Tenho um canto em casa [um canto mesmo!], que é um armário de cozinha retrô de ferro, onde tem uma mesa embutida e portas e gavetas para eu enfiar tudo e mais um pouco das coisas que uso. O ideal seria um ateliê, mas ali eu consigo abstrair e me concentrar no que estou criando! Sempre com música compondo o ambiente, claro...

ARTISTA: FEMKE HIEMSTRA

TG: Pelo seu Facebook dá pra ver que você é uma exímia ilustradora...
Trinity: Ah, obrigada... Estou começando a levar o lance das pinturas e ilustras mais a sério agora...

TG: Nesse seu cantinho repleto de coisas, seus desenhos, as tatuagens, a música... como foi que os "bichanos" entraram na história? Você sempre curtiu gatos? Tem algum?
Trinity: Sempre gostei de animais... era daquelas crianças que ficava rolando no chão com cachorros e gatos em restaurantes, parques e etc. Minha mania de levar coisas da rua pra casa, se for pensar bem, teve start com a mania de levar gatos para casa! Doentinhos, fazendo cocô mole por todos os cantos, sabe? [Lembro que dei o nome de um deles de 'Danete' por conta disso].
TG: [risos!]
Trinity: Sempre escolho os nomes de acordo com as histórias deles, aliás. Tenho mil e uma histórias com cachorros, gatos, galos, pintinhos, passarinhos... os animais sempre foram minha paixão. Me voluntariei para trabalhar num gatil aqui em Piracicaba, que fica dentro da ESALQ [Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz] há 3 anos atrás e lá havia um abrigo que recolhia gatos do campus e os tratava até estarem aptos para adoção. Eu já tinha gatos adotados entes de mudar para cá... os primeiros foram 3: Stuart, Lelloo e Calvin. Com as perdas por doenças [coisa muito triste de se ver acontecer com animais queridos e tão amorosos como os gatos], uns amigos foram indo embora e outros chegando, até o dia de hoje, com 7 gatunos. Os nomes atuais dos meus 7 gatos são: Gary, Mingau (que na verdade é mais coerente como Frank-einstein), Felícia, Vincent (Price), Sheldon, Pedrita e Tarzan.

ARTISTA: HUCK GEE
TEMA/NOME: 'The Golden Claw'
COLEÇÃO: Golden Life 2011 / KIDROBOT

 TG: Muito legal! Gatos são mesmo incríveis... em diversos aspectos...  Inclusive no Twitter você tem uma espécie de "coluna" chamada "Todo artista que conheço tem GATO em casa ou no atelier". Eles costumam mesmo ser muito atraentes pra quem lida com design, principalmente por causa dos seus movimentos precisos e toda aquela linha-de-ação... [risos] Focando um pouco mais nos toy arts, os gatos inspiram sua arte?
Trinity: Sim, com certeza! É verdade que todo artista por sua sensibilidade inerente acaba amando gatos. Eles são misteriosos e intrigantes... assim como o processo de criação, não acha?
TG: Sim, sim...
Trinity: Até você desvendar o que vem a criar, é um mistério... [risos]
Os gatos inspiram minha arte, com certeza principalmente pela sensibilidade que me transmitem. Estou com um sketch de pintura muito bacana com gato como personagem e outros a caminho. É uma responsa pintar um gato e saber imprimir tudo que deve vir com ele! Como eu pesquiso muito e vejo muita coisa na internet, me deparo infindáveis vezes com artes envolvendo gatos. Por isso e pela minha paixão por eles é que decidi compartilhar tudo que soma gatos + artes. Tenho um acervo infinito de imagens dentro deste tópico...

TG: O pessoal do blog te segue no Twitter e ali já tem uma quantidade absurda de informação!
Trinity: Hmmm, pois é. Por isso gostaria de ter muitos mais seguidores no Twitter porque acho um desperdício tanta arte, e no meu caso de divulgação, tanta arte bacana e instrutiva pelo mundo, sem ser apreciada! Artes relacionadas com gatos, digo...

 TG: Outra coisa: essa possibilidade de "tridimensionalizar" um layout que o toy art proporciona fascina. O que mais te agrada nesse tipo de arte? [tanto na produção quanto na apreciação mesmo]?
Trinity: O que fascina também é o desafio! Você tem em mãos uma peça não tão grande para passar sua ideia para 3D e isso é sensacional! Também poder ver o estilo daquele artista que você acompanha e conhece, adaptando sua arte para a plataforma, é mágico! E quando um artista escolhe o tema GATO para o layout? Existem MUITOS toy arts apresentando gatos!

ARTISTA: TARA MCPHERSON
TEMA/NOME: 'CARINA'
COLEÇÃO: GAMMA MUTANT SPACE FRIENDS 2009 / KIDROBOT

RELÓGIO SWATCH + DUNNY KIDROBOT 2011 DE 'CARINA'

TG: E você era uma garota que gostava de brinquedos?
Trinity: Colecionei TUDO do E.T! Colecionava figurinhas que vinham na bolacha; colecionava coisas em miniatura; colecionava papel de carta [como toda menina deveria poder fazer]... ah, eu ficava vidrada nas coleções de carrinhos Matchbox dos meus colegas meninos.
TG: E acha que isso te influenciou no trabalho?
 Trinity: Acho que as coleções que tive na infância foram as lembranças que me influenciaram mais a me identificar com este tipo de arte 3D, sem falar das outras vertentes...

Digo a ela que já estamos acabando e só vou "alugá-la"por  mais alguns instantes...

Trinity: Pode "alugar" mais um monte! Tenho um lance bem legal para contar para vocês, que não pode passar em branco.
TG: É mesmo? E o que é?
Trinity: Contarei... só que você vai precisar de muita paciência, porque falo horrores!
TG: [risos] Pode contar!

ARTISTA: AYA KAKEDA
TEMA: A LOUCA DOS GATOS (sem nome)
COLEÇÃO: DUNNY FATALE 2010 / KIDROBOT

Trinity: O artista e customizador de toyart Tim Munz resgatou no começo do ano uma gatinha aos berros do quiantal da casa dele. é uma tricolor de nome Maggy. Ela provavelmente foi atropelada e ele, no dia seguinte, a levou no veterinário - teve que ser operada e passar por um tratamento. Para custear os valores altíssimos de tudo isto, ele pediu aos amigos artistas que customizassem cada um um toyart para que ele fizesse uma série e vendesse rifas para os fãs! Pois essa série está completa e conta com artitas TOP! Se chama "All Cats"!
Nela constam artistas brasileiros que se destacam pelo talento no mundo da toyart, como o Sérgio Mancini, que venceu o concurso Munnyworld Megacontest do ano passado e vai ter um design seu na coleção oficial de Dunny 2012 da kidrobot. Outros brazucas em destaque são o Igor Ventura e o Luihz Unreal, dentro desta coleção All Cats e... Trinity Carolina!
TG: Que demais, isso!
Trinity: Através do querido amigo Igor Ventura, fui apresentada ao Tim Munz que abraçou um design meu que se chama "Tuxxy Tuxedo, the closet invader", inspirado no Gary, meu frajolão de 13 kilos!  A coleção não foi divulgada toda ainda, mas alguns designs já foram mostrados na rede. Assim que o Tim lançar o set todo, lá estará a foto do tuxxy com os outros tesouros de toyart. O meu toy ficou como um prêmio extra surpresa para quem achasse um certo cupom marcado, como o Golden Ticket da Fábrica de Chocolates!
TG: Não bastasse a linda iniciativa de resgatar e cuidar da Maggy ainda transformaram essa ajuda numa ação incrível! Muito legal!
Trinity: É. Estou MUITO feliz de ter juntado minha criação de um toyart com modelo de gato para esta iniciativa da coleção...
TG: E como está a Maggy?
Trinity: Ah, a Maggy está ótima! O Tim disse que ela está pulando, brincando e feliz como nunca!

ARTISTA: SQUINK!
TEMA/NOME: 'KEN, THE MISTERIOUS TIGER'
COLEÇÃO: DUNNY 2011 / KIDROBOT

 TG: E você tem alguma loja com toy arts?
Trinity: Na realidade é uma loja que se auto-alimenta! Ela existe para que possamos trazer sempre toys que não são acessíveis para todas as pessoas, porque os trâmites de importação são complicados. E é uma das atividades que me dá uma felicidade enorme - mandar um toy para alguém é sempre muito legal, e sempre vai com uma ilustra original minha, surpresa!
TG: E como a gente faz pra acessar?
Trinity: O endereço é www.inkgallery.com.br
Em breve quero lançar uma coleção de toyart com minha assinatura, e com certeza pelo menos uma das peças terá como inspiração: GATO!

TG: Você falou sobre alguns artistas... Você poderia citar alguns que você goste e/ou sirvam de inspiração? quais são os seus favoritos?
Trinity:  Artistas favoritos... é difícil citar nomes, porque são muitos, mas... vamos ver aqui...        TOP absoluta = Femke Hiemstra! Também tem Mark Ryden, Marion Peck, Kathie Olivas... tenho tattoo do johnny Crap [não terminada] e em breve terei da femke Hiemstra.

Trinity: To deixando vc louco de tanto escrever...
 TG: Que nada! To adorando, fica tranquila. Tenho certeza que os seguidores vão aumentar depois dessa entrevista.
Trinity: Opa, tomara! [risos]

 TG: Pra finalizarmos então: Você tem uma rotina definida ou gosta de ser mais flexível? Geralmente artista está sempre ocupado mas não gosta de estabelecer um horário fixo pra deixar mais dinâmico o processo de criação. Como funciona contigo?
Trinity: Faço muitas coisas ao mesmo tempo, então elas fluem sem horário fixo. Acabo até deixando muitas coisas sem terminar e esperando para serem finalizadas por causa disto... mas é legal porque sempre sai coisa nova.


TG: Carolina, muito obrigado! Foi um "prazerzão" falar contigo!
Trinity: Prazer total meu! Obrigado pelo interesse. De coração!
TG: Alguma consideração final, um recado pro pessoal:
Trinity: Bom, no mais acho que nunca vou parar de criar, de desenhar, pintar, cantar, tatuar... só vou parar de resgatar gatos da rua para ficarem aqui em casa, porque isso é muito feio = acumular animais e virar a crazy cat lady... [risos]
TG: [risos]

Trinity: Ah! Importantíssimo! Parte das verbas da loja e 100% de rifas que promovo online são para gatinhos que eu mesma resgato das ruas e deixo aptos para adoção. Três já foram adotados com tudo certinho neste meu esqueminha. É simples, mas aos poucos está funcionando... tenho duas gatas lindas na mira para serem resgatadas! Uma delas vive pelas ruas e sempre visita uma loja de plantas - tem uma historinha muito triste... e outra mora debaixo de uma gôndola de farmácia. Então, quem puder ajudar, com qualquer coisa, a Trinity Crazy Ca.... opa, digo, a Trinity aqui aceita lar temporário, ração, adotantes, etc.

TG: Poxa, bacana! Um beijão pra você!
Trinity: Beijo. A gente se fala em breve!

Quem quiser saber mais do trabalho e conhecer a Trinity é só segui-la no twitter pelo @CatSouvenir.


Alison
twitter: @menino_magro



6 comentarios:

Rosane, Pandora e Ramon disse...

Gostamos da entrevista e de conhecer a Trinity, e do seu trabalho. Boa semana. Bjs

Bea disse...

AMEI a entrevista!! Troquei meia duzia de tuites com a Trinity (e sempre leio os posts dela) e mesmo em tao poucas palavras mutuas deu para perceber que ela é uma pessoa muito inteligente e talentosa, coisa que foi 100% confirmada agora! Parabens Alison pelo artigo!

Repositório disse...

Muito legal!!!!!!!!

Zanarde disse...

Parabéns pela entrevista. Foi muito bom poder conhecer essa artista q ao mesmo tempo tão apaixonada pelos peludos...
Muito interessante todas a histórias.
Bjsss

Marcelo Samegima disse...

Parabéns!!!!!
Demais!!!!

Silvia T Kiss disse...

Sou apaixonada por gatos, não gosto qdo pessoas comparam a amizade do cão e a do gato em relação ao ser humano, o gato sempre leva a fama de preguiçoso e traisueiro, e não gosta do dono. sei que isso não é verdade ,pois tenho quatorze gatos todos atendem pelo nome, são super carinhosos e companheiros, e se vc prestar atenção neles , eles tb te alertam de perigo ou presença de algo estranho, e tdo animal se adapta ao ser humano , só depende do ser.Não precisa ser muito inteligente pra saber que uma pessoa que faz este tipo de comparação está totalmente desatualizada.Eu amo os felinos e respeito todos os animais,vejo o caracter de uma pessoa se ela gosta ou não curte nem uma especie de animal. Sou radical referente a isso, bjs a tdos...

Postar um comentário

Olá!
Estamos muito gratos por receber seu comentário aqui no Tudo Gato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...