Com essa febre positiva de castração de gatas, muitos problemas foram resolvidos, tais como: gravidez indesejada, distúrbio comportamental de marcação de território, tumores de mama com menor incidência a depender da idade castrada. Entretanto não é incomum chegar a seguinte queixa: "A minha gatinha foi castrada e ainda entra no cio, o que pode ser"?

Infelizmente essa ocorrência é comum sim e é conhecida como a Síndrome do Ovário Remanescente (SOR).

Após a castração, a fêmea vai apresentar sintomas de cio como secreção vulvar sanguinolenta, mudança no comportamento e atração de machos.

É muito embarçoso para o veterinário que realizou a cirrugia se deparar com esses casos. Em 1970, Shemwell e Weed realizaram um estudo com a implantação de fragmentos da córtex de ovários no peritôneo (camada que reveste internamente o abdomen e órgãos abdominais) em gatas que tiveram seus ovários removidos. Após quatro meses algumas gatas do estudo apresentaram cio, o que mostrou que, se for deixado um fragmento do ovário durante o procedimento, ou se o mesmo acidentalmente cair no abdomen, pode haver revascularização e este se tornar funcional. Em mulheres a incidência de SOR é ainda maior que em cães e gatos.

Três explicações são sugeridas para o aparecimento da SOR:
1- Remoção cirúrgica incompleta de um os dos dois ovários. Isso pode ocorrer por erro do cirurgião devido à dificuldade ao acesso dos ovários como em animais obesos; devido a incisões pequenas ou após complicações como hemorragia. O ovário direito é mais cranial, isto é, posicionado mais para frente quando comparado com o ovário esquerdo, o que dificulta seu acesso.
2- Queda de algum fragmento ovariano na cavidade abdominal durante a cirurgia, podendo o mesmo se revascularizar e se tornar funcional com produção de hormônios que mediam o cio.
3- Presença de um ovário acessório (terceiro ovário) ou de tecido ovariano no ligamento ovariano. Nesse caso o cirurgião vai retirar os ovários sem saber que há tecido ovariano deixado para trás.
4- Aqui cabe colocar uma quarta causa de cio em gatas após a castração, sem ser caracterizada pela presença de ovário ou parte dele no animal. É o caso da produção irregular de estrógeno pelas glândulas adrenais, levando aos sinais de cio. Entretanto não há relatos dessa condição.

O diagnóstico da SOR é simples e consta da observação das manifestações físicas e comportamentais do cio, realização de citologia vaginal (que vai apresentar células descamadas características de cio). As dosagens dos hormônios estradiol e progesterona podem ser realizadas para a determinação da existência do tecido ovariano. A ultrassonografia pode ser útil na identificação de tecido ovariano quando, durante a apresentação do cio, haja formação de cistos ou folículos na região topográfica dos ovários. Entretanto quando não são visualizados com a ultrassonografia, não significa que não haja tecido ovariano. O uso da ultrassonografia é mais comum em diagnosticar SOR em mulheres do que em animais de companhia.

É importante o clínico realizar o diagnóstico diferencial que pode abranger: infecções do trato urinário, vaginite, administração de estrógeno exógeno e simples alteração comportamental.

O tratamento da SOR deve ser discutido com o proprietário para encontrar a melhor opção, dentre elas:
1- O tratamento mais recomendado é a cirurgia na tentativa de localizar o ovário ou tecido ovariano e retirar. O ideal é a realização da mesma durante a apresentação do cio, pois podem haver folículos no tecido, sendo mais fácil de identificar. É importante o envio do material retirado para análise e ocnfirmação do tecido ovariano.
2- Tratamento medicamentoso com progestágeno para inibição do cio não é o mais recomendado, entretanto pode ser escolhido caso o proprietário não queira submeter o animal à cirurgia ou quando a tentativa de nova cirurgia não teve sucesso. Devem ser considerados os efeitos colaterais do uso de progestágenos, como hiperlasia mamária benigna.
3- Não fazer nada. É uma opção que deve ser considerada pelo proprietário. A gata vai continuar ciclando e a cada cio o proprietário pode fazer a estimulação com um cotonete úmido na vulva da mesma. Como foi citado em um artigo anterior, essa estimulação pode fazer com que a gata ovule e cessem os sintomas de cio.

A SOR não é agradável para o veterinário, o proprietário ou a gata. Eu costumo dizer para o proprietário que é uma condição que pode acontecer e, tanto acontece, que tem até nome próprio. Nenhuma gata gosta de querer namorar e não poder, nenhum dono gosta da gata aos berros em casa e nenhum veterinário gosta do dono aos berros no consultório. O importante é pensar na melhor forma de resolver o problema.

É isso aí pessoal, até o próximo artigo!

Alice Albuquerque
diarioveterinaria.blogspot.com
twitter @alicevet



30 comentarios:

Dayanna disse...

Aconteceu isso com uma das minhas gatas =/

Roberta Micropigmentadora disse...

Bom dia, ontem navegando pela inernet achei seu blog. Adorei é bom conhecer mais sobre nossos bichanos, eu gostaria muito de perguntar pra alguém que entende de gatos, tenho um gatinho de 7 anos, sempre foi saudável, foi castrado com 9 meses, ele vive dentre de casa, comecei a notar que atrás nas costinhas dele está ficando uma carequinha, ele é bem peludão e logo notamos,e parece estar aumentando cada dia, o que poderia ser?? A veterinária deu uma pomadinha pra ver se era fungos pq nem ela sabe o que é.
agradeço desde já sua atenção.
Roberta.

Bea disse...

Ainda bem que eu só tenho meninos :) Mas eu sei que pode acontecer com machos também, o que deve ser ainda mais complicado de diagnosticar pois os sintomas podem não ser tao óbvios... mas nada deve impedir que a gente castre os bichos todos!

Renata disse...

poxa é exatamente isso q minha gatinha tem...e com a ultrasonografia não acharam nada, mas ela continua entrando no cio, num intervalo de mais ou menos 6 meses.
eu sinceramente ainda nao decidi, se opero, se medico...até o momento deixei ela ficar no cio até passar, mas como moro em apartamento e os berros sao altos, acredito q a cirurgia ainda será necessária.
mas pra falar a verdade, que saco ter feito ela passar por uma cirurgia q nao resolveu nada.

Milene disse...

Passei por isso com uma cadela e a opção acertada com a médica veterinária foi o procedimento cirurgico novamente.
Renata, não desanima, isso pode acontecer, faz parte do que deve ser considerado nos procedimentos.

Beandrielli disse...

Olá!
O engraçado é que eu passei por isso mês passado xD
A minha gata apresentou os sintomas, primeiro o veterinário tratou ela para infecção urinária, só pra depois considerar SOR... Aí foi feito o ultrason e a veterinária achou um pedaço de ovário de quase 1 cm de diâmetro!
A gata foi operada e entrou no cio imediantamente após a cirurgia =s
O veterinário disse que poderia ser resíduos de hormônios, e que pode não voltar a acontecer...
Ela não voltou a entrar no cio, e espero que não volte...

Su Félix disse...

Olá, primeiramente gostaria de dizer que sou super fã do = Tudo Gato =. Montei um blog pra mim inspirada no site, adoraria se vcs dessem uma passadinha lá!

Castrei a minha gata a uns meses atrás e a veterinária pediu para que eu observasse se ela iria mostrar os sintomas de cio, pois disse que está acontecendo mais frequentemente este problema!

Grande abraço e muitos ronons.

Su Félix disse...

Oi Lauesg, aqueles desenhos de gatos são seus?? Me desculpe eu peguei no google...
Poxa meu primeiro post e já levo um puxão de orelha...
Se vc preferir eu posso tirar, sem problemas!!
Abraço!!!

Lili disse...

Deixei um comentário no post abaixo, mas esqueci de dizer que estamos pensando em castrar o Chico, pois temos medo dele fujir e não voltar mais ou que aconteça alguma coisa com ele, sem contar as doenças e a infinidade de riscos que ele pode correr por aí. Acho que castrá-lo fará com que ele fique mais preguiçoso e não tente escapar de casa. Ele deve ter quase dois meses. Qual o melhor momento para fazer isso?

Hotbodier disse...

Ótimo texto!!! Muito esclarecedor, é o que acontece aqui em casa... :(

Michele Correa disse...

Gostaria de sugerir uma matéria sobre gatos que tem cliptorquidismo. Meu gatinho teve esse diagnóstico e eu gostaria de saber mais sobre o assunto.
Obrigada!

nmnardi disse...

Poxa,

minha gata entrou no cio antes de ontem, coincidentemente a cirurgia dela era no dia seguinte. Hoje, já castrada, imaginei que finalmente tudo ficaria em paz... Daí agora fui fazer carinho nela e ta lá ela, com todos os sintomas do cio dela!

Poxa, sacanagem, fez a cirurgia a 24h e ta no cio ainda! até agora a diferença que senti é ela toda enfaixada e eu 700 conto mais pobre!

Posso considerar isso erro da médica? Falar com ela para ela rever a situação sem me cobrar mais outra lapada?

Poxa, tive nem 1 dia de paz sem cio

Eliana disse...

Ola... gostari de saber porque os gatos ainda procuram minha gata que foi castrada com 6 meses, e agora ela já tem 2 anos, eles entram dentro de casa atras dela e ela bate muito neles.
porque acontece isso ?

Mariana disse...

Muito explicativo seu texto!!!
Apesar de minha cachorrinha ser castrada a quase 1 ano, ela está ciclando novammente. Descobrimos hoje por ultrassom que sobrou um restinho do ovário e a indicação é uma nova cirurgia. A dúvida é: O veterinário não teria que refazê-la sem cobrar nada já que foi um erro dele?
Se puder me ajudar agradeço muito!

Anônimo disse...

operei minha gatinha persa a 4 meses 1 mes depois apareceu tipo um tumor no local da cirurgia e sair pus na vagina dela levei na veterinaria que a operou ela disse que não sabia o que era e fui a outro veterinario e ele fez uma ultrason e disse que as paredes da cirurgia tava infeccionada e passou antibiótico, o tumor sumiu mas o pus continua saindo na vagiana dela e ele disse que poderia ser uma inflamação na vagina e mandou eu passar pomada que vaca usa para mastite o que eu faço? me ajude pois amo minha gatinha! meu imail é ana_mont_net@hotmail.com desde ja agradeço

jaque dutra disse...

minha gata e castrada tem 7 anos de idade
so dou raçao para ela boa soque ultimamente
ela anda meia desanimada so dorme come bem
mas esta cada vez mais magra me ajudem por favor

FátimaPessoa disse...

Excelente explicação! Tenho 4 gatas e 1 gato =5 Felinos --- 2 gatas e o gato foram castrados por um Veterinário Dr. Humberto Maia (João Pessoa --Bairro dos Bancários) e as outras gatas foram castradas por outro medico que não cito o nome por questões éticas --- pois um das gatas angorá Faísca tem a Síndrome do Ovário Remanescente --é um sofrimento --a bichinha tenho muita dó dela --e canta alto --pense numa cantora ! Gostei muito desta página http://www.tudogato.com/2011/02/sindrome-do-ovario-remanescente-minha.html Parabéns pelo excelente esclarecimento Grata @fatinhapessoa

CACAU Guipres disse...

Minha gata foi operada para tirar um tumor e ser castrada...no dia 13/05/14
Em resumo ...dois meses e onze dias..por ser muito levada...perdeu logo dois pontos na primeira semana.
Por conta do comportamento..ela vive direto com roupa cirurgica e com espaco limitado por uma cordinha comprida..ate hoje ainda lutando para que feche logo onde teve a prda dos pontos ..so que com a demora eu estou perdendo a paciencia e ficando esstressada e ela ficando agressiva na hora do curativo...esta dificil e nao sei como agir.

Anônimo disse...

socorooooooooooooooo, ela pode vir a fica buchuda

Anônimo disse...

fiz a cirurgia em abril, e hoje minha gata entro no cio 07/08/2014 ela vai vir a fica buchuda

Brithaly Sey disse...

Estou preocupada minha gatinha castrada ta com uma bola na barriga.

Brithaly Sey disse...

Estou preocupada minha gatinha castrada ta com uma bola na barriga.

ARIANE disse...

E será q ela pode pegar cria nessa situação?

ARIANE disse...

E será q ela pode pegar cria nessa situação?

ARIANE disse...

E será q ela pode pegar cria nessa situação?

Anônimo disse...

Tenho percebido que minha gata tem tido um pequeno sangramento, mas ela é castrada. É normal? Pq isso tem acontecido?

Michelle M. disse...

To passando pela mesmo problema.
Castrei ela e continua entrando no cio...ainda mija minha casa toda. Agora q me deixa triste é ter q fazer ela passar por uma cirurgia de novo... To mt triste..

Michelle M. disse...

To passando pela mesmo problema.
Castrei ela e continua entrando no cio...ainda mija minha casa toda. Agora q me deixa triste é ter q fazer ela passar por uma cirurgia de novo... To mt triste..

Unknown disse...

Eu tô começando a achar que os veterinários tão deixando o resto do ovários por algum interesse.. Minha gata Tb tá,na mesma situação.. E vou ter q pagar tudo de novo..muito estressante e estranho ..

Unknown disse...

Castrei a minha gata a 2 meses e agora ela voltou a ficar no cio, O vet disse que é muito hormônio mas depois passa, vou esperar um pouco o cio passar e daí se voltar novamente vou ter que levá a outro vet

Postar um comentário

Olá!
Estamos muito gratos por receber seu comentário aqui no Tudo Gato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...