9 de fev de 2015

CATNIP | Dia de Veterinária



Os efeitos da Erva do Gato: Catnip, Catnip, Catnip


Foto extraída do livro: O Paciente Felino – 4ª Edição e
gentilmente cedida por Marco Nicovich, Mississippi
State Office of Agricultural Communicatios
O que é isso que deixa nossos bichanos tão vidrados e apaixonados chamado ERVA DO GATO?

A Erva do Gato, ou Catnip, como é conhecida internacionalmente, é uma planta que possui propriedades que levam o gato a ter comportamentos relacionados com prazer e bem estar.  Esta também apresenta estes efeitos em grandes felinos, sendo amplamente utilizada como enriquecimento ambiental em zoológicos.

A erva do gato (Nepeta cataria) é nativa da África e do Mediterrâneo, porém, é encontrada no mundo inteiro.  Os compostos ativos da erva não são tóxicos para os gatos, são encontrados nas folhas e caules e são óleos essenciais e outros constituintes ativos (nepetalactone e ácido nepetálico).

AGORA PASMEM: Os efeitos da catnip nos nossos bichanos não são muito claros, entretanto, pessoas que fumaram a erva... RAM RAM, isso mesmo, principalmente na década de 60, como coadjuvante de outra erva também muito conhecida pelos seus efeitos alucinógenos, relataram que a catnip as deixaram felizes, contentes e intoxicadas. Portanto especula-se que os efeitos nos gatos sejam alucinógenos visuais e auditórios.

A erva do gato é vendida desidratada ou fresca, porém a concentração de nepetalactone na forma desidratada é muito maior. Alguns proprietários plantam a erva em casa, utilizam a forma desidratada em brinquedos, arranhadores, para enriquecimento ambiental ou os próprios brinquedos já são vendidos com a erva dentro deles.

A reação à erva é muito individual, depende de genética e idade. Alguns gatos que não herdaram o gene simplesmente não reagem à ela em nenhuma fase da vida. Gatos com menos de dois meses não costumam reagir também, e geralmente eles reagem de alguma forma a partir dos seis meses, quando estão entrando na puberdade.

Quando o gato entra em contato com a planta fresca, geralmente começa cheirando a folha e esfregando a face. Quando entra em contato com a erva desidratada ele pode se esfregar nela, vocalizar, salivar, balançar a cabeça, pular e até demonstrar comportamento de cio. Essa excitação geralmente dura alguns minutos. A erva do gato não deve ser oferecida mais de duas vezes na semana.

Na minha prática, eu recomendo o uso da erva do gato em alguns casos de adaptação com novos móveis, principalmente grandes arranhadores ou caminhas, para enriquecimento ambiental, sendo usada com a frequência de até duas vezes na semana, e sob a supervisão do tutor. Alguns animais podem ter uma reação de excitação extrema e o seu uso ser mais prejudicial do que benéfico.

Bom, espero que esse breve relato tenha elucidado algumas dúvidas, e vale lembrar que o veterinário sempre deve ser consultado em caso de qualquer problema comportamental que não esteja sendo responsivo ao enriquecimento ambiental, à mudança de manejo ou uso de catnip.

Até breve gente!


Alice Ribeiro
diarioveterinaria.blogspot.com
twitter: @alicevet

_

Consulta: O Paciente Felino – 4ª Edição 



0 comentarios:

Postar um comentário

Olá!
Estamos muito gratos por receber seu comentário aqui no Tudo Gato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...